Virada a Nascente/SE, esta jovem Quinta fica situada no vale da Régua na margem direita do rio Douro na Região Demarcada do Douro - Baixo Corgo, captando soberba vista para a cidade e rio Douro. Entre neste ambicioso projecto e partilhe-o connosco (...)
Sexta-feira, 1 de Outubro de 2010
VINDIMA 2010

 

Execução de vindima

Mais um ano de vindima nesta tarefa sazonal. Nós já estamos habituados a este tipo de tarefa, resultado de um árduo trabalho e dedicação ao longo de todo o ano.

Pois bem, o processo de vindima decorreu nos dias 20 e 21 de Setembro, com dias de sol e temperaturas moderadas como é próprio desta época do ano. A vindima foi feita pelo terceiro ano consecutivo, por um empreiteiro agrícola de nossa inteira confiança. A produção em termos quantitativos e qualitativos não foram homogéneas em todas as parcelas conforme iremos ver mais adiante (...). Contudo, o saldo final foi bastante bom para uma Quinta que está desde alguns anos em constante reestruturação das suas vinhas.                                     1 Imagem: Propriedade Quinta das Parcelas


Ano de Míldio, Oídio e Tromba de água com granizo em Abril

Este ano foi de facto complicado em termos de viticultura. O Inverno como todos nós sabemos foi muito chuvoso com elevadas precipitações, inclusive no principio da Primavera, que resultou num excesso de humidade no solo.

As raízes das plantas estiveram saturadas de água, e com o aumento da temperatura na Primavera criaram-se inevitavelmente as condições para o aparecimento de alguma doenças, como o míldio e o oídio. Tivemos que fazer quatro tratamentos para evitar mal maiores. Para agravar mais o ano, em Abril passado fomos vitimas de uma violenta tromba de água e granizo intenso durante sensivelmente 1h:15 min que nos causou grandes danos nas nossas videiras e terras. Foi sobretudo a Touriga Nacional a mais atingida, perdeu-se mais de 50% de produção, somente desta casta. Ver mais imagens da vindima Clique Aqui

2 Imagens: Propriedade Quinta das Parcelas


Verão mais equilibrado

Nesta campanha de 2010, o verão foi muito mais favorável relativamente ás condições meteorológicas. Tivemos um Verão muito quente, mas não tão seco como o do ano passado, não tendo deste modo stresse hídrico como o ano anterior. Este Verão foi muito mais equilibrado, ocorreram algumas orvalhadas em Agosto e chuva em Setembro, que preposicionou maior equilíbrio nas maturações das uvas.  1 Imagem: Propriedade Quinta das Parcelas


 Excelente comportamento qualitativo das vinhas novas

Pois é, nem tudo foi mau, antes pelo contrario tivemos verdadeiras surpresas na qualidade das uvas das vinhas plantadas em 2006 e 2009, e Sobretudo nas castas Touriga Nacional e Tinta Roriz. 

Para além da qualidade assistida em termos fitossanitárias, a sua graduação alcoólica atingiu 14º, sendo também muito equilibradas sob o ponto de vista do PH e acidez total. Naturalmente, e como era de prever para este ano, a Touriga Franca (como é próprio desta casta) só atingiu 12º de graduação alcoólica, precisaria de mais uma semana na vinha para potencializar esta casta, mas não os foi possível vindima-la tão tarde. Assim como, as uvas da vinha velha precisariam também de mais uma semana na vinha para atingir médias de anos anteriores (13º a 13,5º), ficando assim, somente com uma graduação alcoólica de 12,5º. 2 Imagens: Propriedade Quinta das Parcelas


 Castelinho Vinhos

Como já vem sendo habitual, toda a produção de uvas para Douro DOC e Vinho do Porto é vendida a esta Casa Exportadora.

Este negócio tens-se cumprido na integra relativamente ás duas entidades, cabendo sempre á Quinta das Parcelas entregar as suas uvas nas melhores condições de maturação e fitossanitárias, e á Castelinho Vinhos cumprir integralmente com os seus pagamentos previstos. Não há duvida que esta empresa tem cumprido escruplosamente.


Controlo quantitativo e qualitativo

Como do costume, a Quinta das Parcelas antes de marcar a  vindima faz chegar ao laboratório da adega amostras de uvas proviniente de várias parcelas e castas da Quinta, assim como as quantidades previsiveis, para que junto da técnica competente

esta estipule a data da vindima mais conviniente a ambas as partes. Estas amostras depois de analizadas relativamente maturação, nomeadamente ao sua graduação alcoolica, PH, acidez total, etc.. permitirão uma decisão mais eficiente.

 

Com esta politica de controle de qualidade, esta empresa poderá fazer diversificar e separar a qualidade das uvas, que irão dar origem as diferente vinhos. Só com esta gestão na produção se pode separar o valor qualitativo de talhão ou parcela de vinha, foi o que aconteceu este ano por exemplo com as nossas uvas T. Nacional e T. Roriz.

 4 Imagens: Propriedade Castelinho vinhos



sinto-me: Satisfeito
tags (Pesquisa de Artigos):

publicado por quintadasparcelas às 12:31
link do post | comentar | favorito

Seja Bem-Vindo
Pesquisar neste blogue
 
Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Os vinhos que estão a ser...

Harvest 2017 - Quinta das...

3 referencias de alta qua...

Quinta das Parcelas | Mil...

Vindima do branco 2016

Os nossos projectos... Re...

Milhafre DOC Reserva Tinto 2011 e DOC Branco 2012 Valley
Links
tags (Pesquisa de Artigos)

todas as tags

Arquivos (posts antigos)
blogs SAPO
subscrever feeds