Virada a Nascente/SE, esta jovem Quinta fica situada no vale da Régua na margem direita do rio Douro na Região Demarcada do Douro - Baixo Corgo, captando soberba vista para a cidade e rio Douro. Entre neste ambicioso projecto e partilhe-o connosco (...)
Domingo, 1 de Maio de 2011
ESTAÇÃO PRIMAVERIL – MEADOS DE ABRIL DE 2011

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1º Tratamento da vinha - Enxofre.

Aplicamos á sensivelmente 3 semanas o tradicional enxofre em pó quando a vegetação já se encontrava na passagem do estado fenológico de cachos visíveis para o estado fenológico de botões florais separados. Quantidade de aplicação de enxofre por hectare: entre 30 a 35 kg.


    

 2º Tratamento da vinha este ano.

 

Estávamos mais uma vez, em pleno estado fenológico de botões florais separados. Este é um período vegetativo muito importante, uma vez que devido a alguma instabilidade do tempo, queremos dizer variações de temperatura e humidade no ar, teremos infelizmente condições favoráveis para o aparecimento dos primeiros sintomas de doenças de origem bacteriana, como o Míldio e o Oídio. Nas castas sensíveis ou parcelas favoráveis á doença, a protecção estava a ser precisa. Por isso, planeamos para o dia 27 de Abril o 2º tratamento da vinha.


 

Orientação das videiras

 

A vegetação das vinhas novas, pensamos nós, estão correctamente orientadas de modo a facilitar a penetração dos tratamentos previstos e o arejamento do interior da sebe. Neste caso, e na sua maioria, a orientação das nossas jovens plantas estão de Sul para Norte, devido sobretudo á direcção do movimento do vento e á rotação de exposição solar, com a melhor incidência solar, neste caso, no período da manhã. Naturalmente, nas vinhas velhas as questões de arejamento e da sua orientação é mais difícil de resolver.


 

Tratamento Anti-mildio e Anti-Oidio

 

A Quinta das Parcelas planeou e executou o seu tratamento Anti-Míldio e Anti-Oídio para os fins de Abril, naturalmente influênciado pelos os avisos agrícolas da divisão de protecção e controlo fitossanitário da DRAPN e também da ADVID que previam o aparecimento das primeiras manchas (Míldio) para o final de Abril. Apesar de já termos aplicamos o Enxofre em pó anteriormente, aplicamos em simultâneo um fungicida sistémico para o Míldio com boa persistência de acção á base de Folpete + Metalaxi com actividade preventiva, curativa e anti-esporante. E reforçamos para o Oídio uma aplicação de um IBE com uma substância activa á base de Penconazol de actividade preventiva e curativa.


 7 Imagens: Propriedade Quinta das Parcelas                      

Em resumo:

Estes tratamentos tiveram como objectivo proteger preventivamente as nossas vinhas numa fase do ciclo biológico particularmente sensível ás doenças e em que as previsões meteorológica apontam para a instabilidade climática, um pouco própria desta região do Douro neste período desta estação do ano.


 


sinto-me: Apreensivo (...)
tags (Pesquisa de Artigos):

publicado por quintadasparcelas às 20:06
link do post | comentar | favorito

Seja Bem-Vindo
Pesquisar neste blogue
 
Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Os vinhos que estão a ser...

Harvest 2017 - Quinta das...

3 referencias de alta qua...

Quinta das Parcelas | Mil...

Vindima do branco 2016

Os nossos projectos... Re...

Milhafre DOC Reserva Tinto 2011 e DOC Branco 2012 Valley
Links
tags (Pesquisa de Artigos)

todas as tags

Arquivos (posts antigos)
blogs SAPO
subscrever feeds