Virada a Nascente/SE, esta jovem Quinta fica situada no vale da Régua na margem direita do rio Douro na Região Demarcada do Douro - Baixo Corgo, captando soberba vista para a cidade e rio Douro. Entre neste ambicioso projecto e partilhe-o connosco (...)
Sábado, 4 de Junho de 2011
TRATAMENTOS ANTI-MÍLDIO (e OÍDIO)

 

3º Tratamento da vinha – 17 de Maio

Nesta sub-região do Baixo Corgo são muitas as vinhas este ano com fortes ataques de míldio nas folhas e cachos, e a Quinta das Parcelas não fui imune a esta doença porque as condições têm sido muito favoráveis ao desenvolvimento da doença – o Míldio.

Optamos por fazer o 3º tratamento um pouco tarde, em 17 de Maio, porque antes desta data estaríamos em plena floração e a aplicação não seria muito aconselhada. Por isso, aplicamos somente este 3 º tratamento no fim da floração e início da a limpa, novamente com um fungicida sistémico para o Míldio com boa persistência de acção á base de Folpete + Metalaxi com actividade preventiva, curativa e anti-esporante.  Para o Oídio fizemos uma aplicação de um IBE com uma substância activa á base de Penconazol de actividade preventiva e curativa.


 

4º Tratamento da vinha – 27 de Maio

Os ataques de Míldio têm-se alargado a toda a região do Douro de forma agressiva e com especial intensidade no Baixo Corgo e Cima Corgo. Continuamos a verificar que nestas condições ambientais (humidade e calor) a eficácia dos tratamentos não ultrapassam os 7 dias, por isso, desta vez optamos por realizar este 4 º tratamento um pouco mais cedo do que o período de persistência normal da substância activa (12 a14 dias).


Fungicidas Penetrantes

 

 


Anti-míldio

Deste modo, aplicamos a 27 de Maio um fungicida penetrante com uma acção preventiva, curativa e anti-esporolante para o míldio. A sua substância activa á base de dimetomorfe+folpete (nome comercial Forun F).

 8 Imagens: Propriedade Quinta das Parcelas 

Anti-oidio

As condições são também muito favoráveis ao oídio, verificando-se já ataques em vários locais da região do Douro, por isso, nós a titulo preventivo aplicamos um fungicida penetrante tendo na sua base constitutiva uma substância de boscalite+cresoxime+metilo (nome comercial Collis).


 Talhão de Touriga Nacional plantada em 2009

 

 

Resumo da acção em 27 de Maio de 2011:

Apesar de alguma incidência de míldio (com cachos já necrosados) na nossa exploração vitícola, para já o saldo é positivo porque estes cachos já perdidos contribuem para uma monda natural de uvas. O facto é este ano nasceram demasiadas uvas em toda as parcelas da Quinta.



sinto-me: Menos preocupado (...)
tags (Pesquisa de Artigos): , ,

publicado por quintadasparcelas às 21:22
link do post | comentar | favorito

Seja Bem-Vindo
Pesquisar neste blogue
 
Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Os vinhos que estão a ser...

Harvest 2017 - Quinta das...

3 referencias de alta qua...

Quinta das Parcelas | Mil...

Vindima do branco 2016

Os nossos projectos... Re...

Milhafre DOC Reserva Tinto 2011 e DOC Branco 2012 Valley
Links
tags (Pesquisa de Artigos)

todas as tags

Arquivos (posts antigos)
blogs SAPO
subscrever feeds