Virada a Nascente/SE, esta jovem Quinta fica situada no vale da Régua na margem direita do rio Douro na Região Demarcada do Douro - Baixo Corgo, captando soberba vista para a cidade e rio Douro. Entre neste ambicioso projecto e partilhe-o connosco (...)
Quarta-feira, 23 de Maio de 2012
3ª FASE DE REESTRUTURAÇÃO DA QUINTA

Projecto VITIS 2011/12

 10 Imagens: Propriedade Quinta das Parcelas   

No âmbito da continuidade da nossa politica de reestruturação da Quinta das Parcelas, concluímos mais uma fase de reconversão e plantação de uma parcela de vinha. Desta vez, surrivamos numa encosta da Quinta de cota mais elevada (mais fresca) virada a Nascente / Norte e plantamos castas brancas: Viosinho e Rabigato. 


Desmatação e Regularização do terreno

Neste projecto houve a necessidade de adquirir licença de plantação, através de uma processo de TDR (transferência de direitos de plantação) para uma parcela de terreno de mato. Houve a necessidade de aumentar a área de cultivo de vinha

com "beneficio" para que esta propriedade se tornasse a médio /longo prazo económicamene rentável.

Assim deste modo, procedeu-se ao desmate e regularização do terreno de forma a poder-se elaborar os patamares para a nova vinha.


Abertura de Patamares e Surriva

Estiveram presentes nesta fase duas máquinas de elevadas dimensões: uma giratória e uma buldozer. A primeira com funções de desmate e surriva e a outra com funções de abertura de patamares e estradas de acesso.

Conforme projecto aprovado pelos orgãos competentes, fomos obrigados a elaborar patamares de um só bardo, de forma a garantir e prevenir problemas relativamente á erosão e derrocadas dos solos.


Construção de Sistemas de Drenagem

Conscientes deste problema na Região do Douro e neste caso em em particular, estudamos alguns planos e matrizes de escoamento de águas pluviais de forma a minimizar problemas futuros.

A montante da parcela em restruturação e em toda a sua extreme, construímos um sistema de drenagem com 1/2 canas de 30 cm de diâmetro de forma a poder escoar as águas pluviais para uma linha de água natural. Nas estradas de acessos, aplicamos 1/2 canas e manilhas completas de 30 cm em toda a sua extensão, construindo-se algumas caixas de areia de retenção dos fluxos de água a desaguar a jusante na linha de água natural. Existe claramente neste projecto uma preocupação na conservação e preservação destes solos que por natureza são de elevado declive e erosão. 


Aplicação de Correctivos dos Solos

Depois de feita a surriva propriamente dita, procedemos á correcção dos solos, ao nível da acidez e nutrientes.

Aplicamos na linha de plantação, e em separado, calcário para correcção do PH e matéria orgânica para correcção nutricional das plantas. Procedendo depois a uma escarificação de forma a estes produtos misturarem-se com a terra na linha de plantação.


Plantação de Castas Brancas: Viosinho e Rabigato

Como o terreno em causa da Quinta está a uma cota mais elevado e mais fresca com orientações a Norte e Nascente, resolvemos apostar em castas brancas, até porque existia nesta exploração uma carência neste tipo de uvas.

 

Por isso, optamos em plantar castas de primeira qualidade do Douro, como o Viosinho e Rabigato em percentagens iguais de 50%, permitindo deste modo obter num futuro próximo de um vinho branco de elevadissima qualidade.


 Video dos Trabalhos


 

 


sinto-me: Bem... mas com mais trabalho..

publicado por quintadasparcelas às 10:47
link do post | comentar | favorito

Seja Bem-Vindo
Pesquisar neste blogue
 
Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Os vinhos que estão a ser...

Harvest 2017 - Quinta das...

3 referencias de alta qua...

Quinta das Parcelas | Mil...

Vindima do branco 2016

Os nossos projectos... Re...

Milhafre DOC Reserva Tinto 2011 e DOC Branco 2012 Valley
Links
tags (Pesquisa de Artigos)

todas as tags

Arquivos (posts antigos)
blogs SAPO
subscrever feeds